COMPRE ONLINE

Alimentação saudável na gravidez em 7 passos!

Com uma alimentação saudável na gravidez a mamãe pode prevenir doenças no bebê.

 

Ter hábitos  alimentares saudáveis é fundamental na vida de pessoas de todas as idades e sexo. Agora imagine na gravidez? É só pensar que durante a gestação tudo que a mamãe estiver se alimentado o bebê também estará. A diferença é que a mamãe tem como escolher e o bebê que está em constante desenvolvimento não.  Por isso se a mamãe não tem uma alimentação saudável, é uma boa hora para começar!

Mude sua mente

01 – Mude sua mente
A primeira decisão a ser tomada é a mudança da mente. Pense que durante nove meses o bebê precisa de alimentas saudáveis que o ajudem em sua formação. A mudança de hábitos alimentares não é fácil, mas tendo objetivos definidos fica mais fácil alcançar.

Faça uma planejamento diário de sua alimentação, perguntando para si mesmo: O que estou comendo é bom para o bebê? É bom para meu corpo? Para minha saúde?  Lembre-se a  luta não é com o estômago, mas com a mente.  Quando a mamãe reconhece a importância de adquirir uma alimentação saudável e tem o desejo de tentar, já é uma grande vitória.

 

02 – Não faça regime
Muitas gestantes com medo de engordar de mais, buscam dietas e regimes durante a gestação. Jejuns prolongadas e restrições alimentárias drásticas podem prejudicar e muito a formação do bebê. Além disso o organismo da mamãe sempre priorizará o feto, garantido que o mesmo seja alimentado.

Desse modo se a mamãe não se alimentar direito o feto consome as reservas de glicose da mamãe. E o que acontece?  A gestante começa a sentir fraqueza, mal estar, tonturas e até perda de consciência, são os efeitos da crise de hipoglicemia frequentes durante a gestação.

Uma alimentação saudável é diferente de dietas e regimes. Um acompanhamento nutricional com um profissional da área pode trazer muitos benefícios para a mamãe e o bebê.

 

Evite a anemia com ferro

03 – Consuma alimentos ricos em ferro
O ferro é essencial para uma alimentação saudável, ele ajuda na prevenção da anemia.  Quando a mulher fica anêmica  seu corpo fica indisposto e sente muito cansaço durante a gravidez. Alimentos como feijão, espinafre, beterraba, soja, aveia e carne vermelha são alimentos ricos em ferro.

O ferro é fundamental mesmo antes da gravidez, mas durante  a gestação seu corpo aumentará em 50% a quantidade de sangue e o ferro é necessário para a produção de hemoglobina (proteína do sangue que ajuda a transportar oxigênio para as células do corpo).

A carne vermelha á uma ótima fonte de ferro, mas e as mamães vegetarianas?  Uma boa suplementação de ferro pode ser feita até mesmo sem o consumo da carne vermelha consumindo legumes, verduras e grãos.  Alimentos com vitamina C, como morangos, laranja, kiwi, brócolis e goiaba ajudam na absorção do ferro e devem ser incluídos na sua refeição.

O cuidado com o ferro ajuda a ter uma gravidez saudável evitando anemias, bebês com peso baixo no nascimento e partos prematuros.

 

04 – Evite alimentos que possam ter salmonela
Alguns alimentos podem conter salmonela e devem ser evitados como ovos crus,  ovos que não estejam bem cozidos ou comida com ovos crus.  Fios de ovos, carne de aves malpassada, mousse e maionese caseira são alimentos que devem ser evitados.

Salmonela é uma bactéria que pode causar diarreia, desidratação, vômitos e até levar a morte.  Além das dicas acima para evitar o contágio deve-se lavar  bem utensílios e as mãos depois de contato com ovos crus e carne de aves, evitar contato de alimentos como aves, insetos e roedores, guardar na geladeira os alimentos depois que preparar no fogão mesmo que ainda estejam quentes e cozinhar bem os alimentos.

 

Variedade de Alimentos Gestante

05 – Consumir uma grande variedade de alimentos
A mamãe deve comer uma variedade de alimentos saudáveis como: cereais, grãos, frutas, verduras, produtos lácteos e carnes.
Ingerir de 6 a 8 copos de água por dia. Consumir suco de frutas e beber leite todos os dias.

“A maioria das mulheres grávidas precisam de apenas cerca de 300 calorias extras por dia”, diz a especialista e enfermeira Margaret Comerford Freda. “Isso se traduz em uma das seguintes opções: 2 xícaras de leite desnatado, 1 xícara de sorvete, um pão com queijo/requeijão, ou um sanduíche de atum.” Fonte (www.pampers.com.br)

Com a sensibilidade aos cheiros a grávida pode ter dificuldade para se alimentar sentindo bastante enjoo. Uma ótima sugestão é fazer várias refeições pequenas por dia.  Para uma gravidez saudável é importante consumir laranjas e outras frutas cítricas, elas possuem vitamina C e ajudam o feto a construir células e desenvolver dentes e ossos saudáveis.

 

06 – Aveia
Para quem precisa baixar o colesterol o grão de aveia é um poderoso alimento. Consumir aveia é muito bom para saúde, ela apresenta uma sensação de saciedade, ajudando a mamãe a não comer em exagero. Como é rica em fibras solúveis ajuda na limpeza das veias artérias do corpo.

A mamãe pode preparar vitaminas, mingais ou até comer com frutas. Tanto para o café da manhã como para os lanches da tarde refeições com aveia é uma ótima opção.  Muitos nutricionistas recomendam pelo menos uma colher de sopa por dia ou 20 gramas em média. Lembre-se ao consumir aveia seu corpo estará ingerindo fósforo, selênio, cálcio, ferro, zinco, potássio e sódio. Muitos benefícios não é mesmo?

 


Baixe nosso e-book gestação mês a mês

07 – Ácido fólico
Para ajudar no desenvolvimento do bebê, muitos médicos recomenda suplemento de ácido fólico. O mesmo da suporte à placenta, ajuda a combater más-formações e a prevenir o desenvolvimento de espinha bífida. Além dos benefícios para o bebê, o ácido fólico ajuda o sistema imunológico da mamãe.

Massas, feijão, ervilhas, couve-flor, beterraba, legumes, morangos e suco de laranja são alguns alimentos que possui ácido fólico.

Para obter uma alimentação saudável com dicas para sua gestação mês a mês baixe o e-book gratuito da gestação mês a mês e obtenha um guia completo para uma gestação saudável.

Sem comentários

Publicar um comentário