COMPRE ONLINE
Gravida? 10 dicas para uma gestação saudável para mamãe e bebê.

Estou grávida e agora? 10 cuidados para você ter uma gestação saudável e se preparar para a chegada do bebê.

Grávida? Deu positivo? Se prepare para a chegada do bebê.

Basta o ciclo menstrual atrasar por alguns dias para que a mulher já comece a cogitar a possibilidade de estar grávida. E, quando o resultado é positivo, a alegria se instaura na casa, independentemente de essa ter sido uma gestação planejada ou não.

Mas, por outro lado, muitas são também as preocupações: principalmente para as mamães de primeira viagem, que ainda não tem consciência sobre os principais cuidados que devem ser tomados em uma gestação.

Por conta disso, neste artigo você vai conferir 10 diferentes cuidados para que a sua gestação seja saudável, desde a escolha da equipe de profissionais que fará o acompanhamento deste momento tão importante para a mamãe como também demais cuidados com alimentação, atividades físicas e assim por diante.

 

Vamos conferir?

 

1 – Escolha do parto

Assim que a mulher descobre que está grávida, muitas são as dúvidas acerca do melhor parto escolhido, o que varia tanto da cultura e tradição da família da mulher, como também deve ser baseada nas próprias normas médicas e fatores emocionais.

O parto normal geralmente é o ideal e também o mais escolhido entre o público feminino. Isso porque o corpo da mulher já é preparado fisiologicamente para isso durante os nove meses de gestação. Mesmo assim, nem todas as mulheres conseguem passar por todas essas etapas, o que no caso, pode acabar tornando esse tipo de parto um tanto quanto perigoso.

Além do parto normal, realizado pela via vaginal, há também o trabalho de parto natural, parto humanizado, cesárea, cócoras e até mesmo o parto na água, que ainda é comum em algumas comunidades mais tradicionais.

Por isso, lembre-se: por mais que você tenha uma preferência, a escolha deve ser baseada não só nisso, mas também nas suas condições fisiológicas, na sua idade e em possíveis complicações que escolher ‘o parto errado’ poderiam causar tanto à mulher como também ao seu bebê.

 

2 – Escolha do profissional

Quando a futura mamãe descobre que está grávida, as indicações de médicos obstetras ou pediatras começam a partir de todos os lados. E como escolher?

É normal que a mulher queira tornar o seu ginecologista um obstetra, uma vez que já o conhece e confia nele. Mas, caso ele não seja qualificado para esse papel, você vai precisa procurar outro médico e seguir as boas indicações é a melhor forma de encontrá-lo – irmãs, amigas próximas ou primas certamente poderão lhe indicar um bom especialista.

A partir de então, busque o máximo possível de referências envolvendo aquele profissional e só o escolha caso ele faça com que a mulher se sinta à vontade: não esqueça, empatia e confiança são fundamentais para essa tarefa.

Grávida? Tenha uma gestação saudável e feliz!

Grávida? Tenha uma gestação saudável e feliz!

3 – Comece o pré-natal com antecedência

Descobriu que está grávida? Comece o pré-natal logo em seguida. Esse acompanhamento é de extrema importância para a saúde do seu bebê. Por isso, decida aonde irá realizá-lo e marque a sua primeira consulta – aquela que você irá tirar uma série de dúvidas – e boa sorte!

 

4 – Cuide com a alimentação

É um mito o fato de que a mulher grávida deve comer por dois. Mas, por outro lado, é totalmente sincero o fato de que ela deve cuidar com os alimentos que consome, uma vez que precisa ingerir os nutrientes e vitaminas necessárias para a manutenção da saúde do bebê.

A alimentação de uma grávida deve envolver principalmente legumes, frutas e verduras, carboidratos – preferencialmente os carbos integrais e de simples ingestão – proteínas (especialmente do frango e peixe, que são 0% gordura) e gorduras do bem, como azeite de oliva, por exemplo.

Por outro lado, os laticínios, como leite e seus derivados, também devem ser incluídos na alimentação diária da mulher gestante.

Baixe nosso e-book gestação mês a mês

5 – Suplementação com ácido fólico

Tal suplemento ajuda a prevenir contra qualquer problema congênito na saúde do seu bebê, como é o caso da espinha bífida ou do fechamento do tubo neural do pequeno.

Geralmente o ácido fólico pode ser encontrado tanto em postos de saúde como também à venda em farmácias. A suplementação é indicada até mesmo na pré-gestação, ou seja, para as mulheres que querem e estão tentando engravidar.

 

6 – Aposte nas atividades físicas

A grávida também pode – e deve – acompanhar um programa de exercícios de baixa intensidade, como as caminhadas, por exemplo.

Eles são fundamentais para que a mulher crie resistência para carregar o bebê, além de aguentar todo o estresse de origem física. Além disso, ajuda no bem-estar emocional da grávida e faz com que ela entre em forma mais rápida após o parto.

Entre os mais indicados estão, além das caminhadas: natação, ioga e hidroginástica.

 

7 – Exercite os músculos vaginais

As mulheres grávidas costumam ter problema de incontinência urinária e isso é quase que unânime entre este público. E, para combatê-lo, uma boa opção é exercitar os músculos da região vaginal.

Extremamente simples, você pode realizar esse exercício de contração várias vezes durante o dia, dividindo-o ainda com outras atividades do seu cotidiano. Alterne entre contrações mais rápidas e mais lentas.

 

8 – Sem medicações antes de falar com os médicos

Mesmo que você leia que aquele medicamento não é contraindicado para mulheres gestantes, não tome de forma alguma sem antes consultar o seu médico.

Além disso, se você já faz o consumo de algum tipo de remédio quando descobriu que engravidou, já fale com o seu médico sobre ele na primeira consulta de pré-natal, para saber se você pode continuar tomando ou deve interromper o tratamento.

 

9 – Tome menos cafeína

Se você também está no grupo de indivíduos viciados em cafeína, lembre-se que o consumo desses estimulantes deve diminuir durante o período de gravidez. Além do café, os refrigerantes e chás a base de cola também devem ser evitados.

Isso porque a cafeína pode aumentar os riscos de que o bebê nasça antes do momento e abaixo do peso, além disso, também pode ocasionar outros problemas durante o período da gravidez.

O máximo aceitável são três pequenos cafés diários e em períodos diferentes.

 

10 – Deixe a bebida e o cigarro de lado

Se você tem hábitos de consumir bebidas alcoólicas ou de fumar cigarro, lembre-se que eles terão, obrigatoriamente, de serem deixados de lado pelo menos durante o período da gravidez.

Isso porque essas drogas aumentam os riscos de a mulher ter um aborto espontâneo, um bebê com peso abaixo da média ou um parto prematuro.

Além disso, as bebidas alcoólicas só podem ser consumidas de forma bem regulada, como um copo de vinho a cada mês, por exemplo.

Por fim, lembre-se que descansar também é essencial para promover a saúde do seu pequeno bebê!

A Clik Baby oferece bolsa maternidade, quarto completo para seu bebê, assim como uma infinidade de produtos de qualidade que a futura mamãe pode comprar com apenas um click!

Ligamos para você!
Cupom de Desconto
Clik Baby é confiável?
Sem comentários

Publicar um comentário