COMPRE ONLINE
Riscos na Gravidez - Incompatibilidade sanguínea

Riscos na gravidez – tudo sobre o fator Rh ou incompatibilidade sanguínea.

Quando o risco na gravidez está no sangue! O fator Rh.

Assim que o exame de gravidez dá positivo, o coração bate mais forte e a alegria contagia a todos. Estar grávida é maravilhoso, uma experiência incrível, mas que requer cuidados.
Afinal uma gestação saudável e tranquila é o sonho de toda mulher!

A gestação é uma jornada de 9 meses, 40 semanas e 280 dias. O cuidado deve ser diário e o acompanhamento da gestação mês a mês é fundamental. O pré-natal é necessário pois pode prevenir e combater possíveis problemas durante todo o processo. Conheça os principais riscos na gravidez e fique alerta com qualquer sintoma!

Algumas complicações na gravidez podem ser combatidas apenas com a mudança de maus hábitos, desde uma alimentação desequilibrada até o consumo de álcool e cigarro. A idade também é um fator de risco que aumenta as chances de problemas e pode exigir cuidados especiais. Neste primeiro artigo de uma série que serão publicados, o assunto tratado será sobre a incompatibilidade sanguínea.

 

Meu sangue é compatível com o do bebê? (Incompatibilidade sanguínea)

O fator RH é um dos cuidados que acabam tirando o sono de toda mulher que descobre que está gravida.
No início do pré-natal são solicitados muitos exames e dentre eles o de sangue  para diagnosticar o fator RH da mãe e do bebê.

Com o exame será verificado se há risco de incompatibilidade do sangue da mamãe com o bebê. Caso haja incompatibilidade pelo lado da mãe, o sangue reconhece o bebê como um corpo estranho ou um intruso. Quando isso ocorre na primeira gravidez nada acontece, mas deve-se tomar logo após o parto gamaglobulina injetável para que os anticorpos anti-RH sejam destruídos e se evite problemas em uma futura gestação.

Os casos mais graves e bem menos frequentes são quando o bebê tem o RH positivo herdado do pai e a mãe possui o fator RH negativo. Nesse caso, podem ocorrer doenças hemolíticas do recém-nascido ou eristoblastose fetal, provocando anemia profunda, surdez, paralisia cerebral e icterícia grave.

A incompatibilidade do sistema ABO é o principal tipo apresentado. Independente do fator RH, o sangue da mãe e do pai são diferentes. Normalmente esses casos são tratados na maternidade com fototerapia, porque podem no máximo vir a apresentar uma cor mais amarelada, definida como icterícia.

A solução para gestantes com sangue RH (-) é uma vacina que evita e previne que o corpo da mamãe que gera um bebê que tenha o sangue RH(+) o reconheça como um corpo estranho e ataque as células dele, evitando assim problemas com seu bebê.

Agora que você sabe mais sobre a incompatibilidade sanguínea não deixe de fazer o pré-natal e os exames iniciais que podem diagnosticar isso.  Previna-se e viva este momento único com tranquilidade para nos contar com alegria cada etapa da sua gestação.

 

Curiosidade

Só em 1932 que Louis Diamond identificou pela primeira vez a incompatibilidade sanguínea ou fator Rh. A incompatibilidade ocorre em um para cada 150 a 200 nascimentos. O grupo de risco são mulheres com Rh negativo (A-, B-, AB- ou O-) combinados com homens com Rh positivo (A+, B+, AB+ ou O+), pois tem a possiblidade de ter o bebê com Rh positivo.

 


Baixe nosso e-book gestação mês a mês

 

Recomendações do Dr. Dráuzio Varella (www.drauziovarella.com.br). 

  • * Toda mulher deve saber qual seu fator RH e o do seu parceiro antes de engravidar;
    Tão logo seja confirmada a gravidez, a mulher com fator RH (-) que tenha parceiro RH (+) deve realizar o exame de Coombs indireto para detectar a presença de anticorpos anti-Rh no sangue;

 

  • * Após 72 horas do parto do primeiro filho, nos casos de incompatibilidade sanguínea por fator RH, a mulher deve tomar gamaglobulina injetável para que os anticorpos anti-RH sejam destruídos, desse modo, os anticorpos presentes em seu sangue não destruirão o sangue do próximo filho.

 

 

A Clik Baby deseja que você tenha uma gravidez saudável e feliz. Ao saber dos riscos na gestação você se previne e garante tranquilidade para você e seu bebê.

Sugerimos a leitura do artigo: Estou grávida e agora? 10 cuidados para você ter uma gestação saudável e se preparar para a chegada do bebê.

 

Cupom de Desconto
Sem comentários

Publicar um comentário